EU 2017 é aberto com discursos em defesa da UFC como patrimônio da sociedade

9 de novembro de 2017

Reitor Henry Campos: "Não há momento melhor do que este para nós mostrarmos tudo o que é produzido por nossos estudantes e pesquisadores." (Foto: Viktor Braga/UFC)

Estão abertos, oficialmente, os trabalhos do maior evento de divulgação científica do Estado, os Encontros Universitários da Universidade Federal do Ceará. A cerimônia de abertura, na manhã de quarta-feira (8), no auditório do Centro de Ciências, reuniu grande público e foi marcada por discursos que reforçam a importância da UFC para o desenvolvimento do País e como patrimônio de toda a sociedade.

“Não há momento melhor do que este para nós mostrarmos tudo o que é produzido por nossos estudantes e pesquisadores. É muita coisa, muita coisa. E os Encontros deste ano acontecem em um momento privilegiado, em que a UFC assume posição sólida de liderança e se consolida como uma das melhores universidades do Brasil”, afirmou o reitor Henry Campos.

O reitor citou os recentes indicadores que confirmam o protagonismo da UFC no cenário científico, como a avaliação quadrienal da pós-graduação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a nota máxima da UFC em seu conceito institucional segundo avaliação do Ministério da Educação (MEC), o que levou a UFC ao seleto grupo de instituições de excelência do País, e o ótimo desempenho no último Enade, no qual 6 dos 11 cursos de graduação avaliados obtiveram conceito máximo. “É ao prestarmos conta do nosso trabalho que fazemos a defesa de nossa Universidade e mostramos sua relevância”, completou o reitor.

A cerimônia de abertura, na manhã desta quarta-feira (8), ocorreu no auditório do Centro de Ciências (Foto: Viktor Braga/UFC)O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, Prof. Antonio Gomes, destacou o termo “responsabilidade” ao citar que os Encontros são a oportunidade de a comunidade acadêmica apresentar seus resultados e prestar contas do investimento feito pela sociedade na formação dos estudantes. “Temos de olhar nossos resultados e enxergar neles a interação com a sociedade”, ressaltou, lembrando que os projetos realizados na UFC estão em consonância com o plano de desenvolvimento do Estado.

O EVENTO – A abertura teve início com a apresentação do grupo Chorinho Acadêmico da UFC, coordenado pelo Prof. Marco Túlio Ferreira da Costa. A mesa de abertura contou com a presença, ainda, do vice-reitor da UFC, Prof. Custódio Almeida, da vice-diretora do Instituto de Cultura e Arte, Profª Daniela Dumaresq, e do secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado, Inácio Arruda.

Prof. Antônio Gomes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação: "Temos de olhar nossos resultados e enxergar neles a interação com a sociedade." (Foto: Viktor Braga/UFC)Após a abertura oficial, houve a palestra “Contando aleatoriamente: o método probabilístico”, com o Prof. Robert Morris (IMPA-RJ). Ele descreveu a técnica do método probabilístico, cujo “mantra” é: mesmo quando um problema é completamente determinístico, é uma boa ideia pensar aleatoriamente.

Os Encontros, organizados neste ano pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), seguem até sexta-feira (10), com apresentações de trabalhos, oficinas, atividades culturais, shows, palestras e sessões temáticas transversais. A Reitoria da UFC ressalta que, durante o período do evento, não deverá haver atividades curriculares como provas e avaliações.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331