Entre as 140 instituições já avaliadas in loco pelo Ministério da Educação (MEC), a Universidade Federal do Ceará é uma das 10 com Conceito Institucional (CI) 5 e Índice Geral de Cursos (IGC) entre 4 e 5, o que a coloca na faixa de excelência.

Em ambas as avaliações, as notas variam de 1 a 5, sendo 1 e 2 consideradas insuficientes e 3, regular. O IGC avalia os cursos de graduação e pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados). O último dado sobre IGC divulgado pelo MEC é de 2015.

Já o CI, resultado de visita do MEC às instituições, faz uma análise como um todo para recredenciamento a partir de cinco eixos: planejamento e avaliação, desenvolvimento institucional, políticas acadêmicas, políticas de gestão e infraestrutura física. No caso da UFC, a visita foi realizada em março de 2017.

Os resultados foram anunciados na manhã desta sexta-feira (4), em coletiva de imprensa na Reitoria, pelo Reitor da UFC, Prof. Henry Campos, o Pró-Reitor de Graduação, Prof. Cláudio Marques, o Pró-Reitor Adjunto de Planejamento e Administração, Prof. Augusto lbuquerque, dentre outros membros da administração superior da UFC.

O CI é o conceito mais abrangente do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído em 2004. Desses eixos, o que mais contribuiu para a nota final da UFC foi o de “políticas de gestão”, com média ponderada de 4,88.

Na região Nordeste, além da UFC, apenas a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) também se enquadra nessa faixa, com IGC entre 4 e 5 e CI 5. Dessas 10 instituições de excelência, 7 são públicas.

SOBRE A VISITA – A UFC recebeu, entre os dias 22 e 24 de março deste ano, três comissões do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), autarquia federal vinculada ao MEC. Os especialistas visitaram três campi da Universidade: Pici e Benfica, em Fortaleza, e Campus de Sobral.

Nesse período, foram avaliadas in loco as informações prestadas pela UFC ao longo de três anos. Durante as visitas, os técnicos conversaram com professores, estudantes, servidores técnico-administrativos, membros da Comissão Própria de Avaliação (CPA), além de diretores de unidades e integrantes da gestão superior.

Essa foi a primeira vez que uma comissão do INEP/MEC realizou esse tipo de trabalho na UFC. O SINAES prevê que uma nova visita nesse modelo deva ocorrer em oito anos.

ft 170804 quadro avaliacao ufc

Leia mais:
Reitor elogia trabalho de comissão de representantes da UFC na avaliação

Fonte: Coordenadoria de Planejamento e Avaliação de Programas e Ações Acadêmicas – fone: 85 3366 9020