Colação de Grau Extemporânea

Para solicitar Colação de Grau Extemporânea, o concludente deve atender a um dos seguintes requisitos:

  • Nomeação em cargo público que exija nível de graduação, decorrente de concurso público ou seleção pública (anexar o resultado final, a convocação com prazo para nomeação, o cronograma do concurso e a relação de documentação exigida para nomeação do concurso público ou da seleção pública);
  • Aprovação em processo seletivo de programa de pós-graduação stricto sensu (anexar resultado final do processo seletivo, o cronograma para matrícula, e a relação de documentação exigida para matrícula);
  • Término de convênio PEC-G (anexar comprovante de término do convênio PEC-G e de retorno ao país de origem);
  • Transferência ex officio (anexar documento no qual constem o local e a data de apresentação do concluinte/servidor público);
  • Encerramento de visto de estudante para alunos estrangeiros.

O estudante deve comparecer à coordenação de curso e entregar a seguinte documentação:

Observação: Não se faz necessário o discente trajar beca na cerimônia de colação de grau extemporânea.

Procuração

No caso da impossibilidade do comparecimento do concludente à solenidade de colação de grau, os procedimentos podem ser realizados por terceiros, devidamente autorizados através da apresentação dos seguintes documentos:

  • Procuração pública ou procuração particular (modelo disponível para download), ambas para finalidade específica (representação nos atos relacionados à colação de grau);
  • Documento oficial de identificação com foto (original) do procurador;
  • Documento oficial de identificação com foto do aluno (original ou cópia autenticada).

Instruções às coordenações para o processo

  • Abertura de 1 processo (SEI) por aluno do tipo “Graduação: Colação de Grau Extemporânea”;
  • Enviar processo via SEI para “Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD”;
  • não marcar a opção “retorno programado”.

Conteúdo do Processo:

  1. Ofício da coordenação do curso, com ciência (no SEI) da direção da unidade acadêmica, destinado ao pró-reitor de Graduação – com justificativa do pedido de Colação de Grau Extemporânea;
  2. Histórico Escolar sem pendência (carga horária integralizada)*;
  3. Requerimento de Colação de Grau Extemporânea (com anexos);
  4. Ficha de Colação de Grau (com anexos).

* Observação: para casos de Histórico Escolar com pendência, o(a) aluno(a) deverá se enquadrar nas condições de antecipação de estudos ou de abreviação de estudos, expressas nas Resoluções Nº 09/2012 e Nº 05/2014 – CEPE. Para tanto, deverá ser aberto processo do tipo “Graduação: Antecipação de Estudos” ou “Graduação: Abreviação de Estudos” (a depender do caso em concreto), anexando os documentos comprobatórios da antecipação ou da abreviação, bem como todo o restante da documentação necessária para colação extemporânea.

Leia também:
Diploma – Primeira Via