UFC tem o melhor Índice Geral de Cursos do Norte e Nordeste, aponta MEC

20 de dezembro de 2018

Em âmbito nacional, a UFC aparece na 12ª posição se consideradas somente as universidades federais (Foto: Davi Pinheiro)

Mais uma vez, a Universidade Federal do Ceará se destaca no Índice Geral de Cursos (IGC), com nota 4, que a coloca na melhor posição do Norte e Nordeste entre instituições públicas e privadas de ensino superior. Em âmbito nacional, a UFC aparece na 12ª posição se consideradas somente as universidades federais, na 16ª entre as instituições públicas e na 38ª colocação geral.

O dado, referente a 2017, foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP), nesta terça-feira (18), após avaliação de 2.066 instituições públicas e privadas em todo o país. As instituições que obtiveram um desempenho maior do que a maioria receberam nota 4 ou 5 e representam 20,5% do total. A maioria (66%) aparece com nota 3.

O IGC é um dos principais indicadores de qualidade do Ministério da Educação (MEC) e leva em conta a qualidade de cursos de graduação, avaliada por meio do Conceito Preliminar de Cursos (CPC), e também o desempenho na pós-graduação (mestrados e doutorados), aferido através da nota CAPES (avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

Para o reitor Henry Campos, “a UFC vive um grande momento, em que cada vez mais se consolida como instituição de excelência” (Foto: Viktor Braga/UFC)

Graduação – Em relação ao CPC, também divulgado nessa terça-feira (18) pelo INEP, que analisa cada curso de graduação separadamente, o desempenho foi positivo, com 66,6% dos cursos avaliados com as melhores notas, 4 e 5. Dos 51 cursos avaliados em 2017, 3 ficaram com CPC 5, 31, com CPC 4 e outros 17, com CPC 3. Nenhum curso da UFC obteve nota 1 ou 2.

Obtiveram nota 5 no CPC, estando entre os 10 melhores do País em suas áreas, os seguintes cursos: Ciência da Computação em Quixadá (5º) e as licenciaturas em Letras Português/Inglês (4º) e em Educação Física noturno (6º). Também se destacou, com CPC 4, o bacharelado em Ciências Sociais integral, que figura como o 8º melhor do País.

Para o reitor Henry Campos, a divulgação desses indicadores confirma que “a Universidade Federal do Ceará vive um grande momento, em que cada vez mais se consolida como instituição de excelência”. O reitor ressalta que o empenho da equipe advém do espírito de responsabilidade e de qualidade da universidade pública e da busca contínua por um padrão de excelência na formação dos estudantes.

ENADE – Cabe destacar que essa conquista teve grande influência da última avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), em que dos 51 cursos avaliados 15 tiveram obtiveram nota máxima (5).

Desde 2006, as notas no IGC e CPC vêm crescendo na UFC de forma contínua, independentemente do grupo de cursos avaliado (Gráfico: CCSMI/UFC)

Evolução – Desde 2006, as notas no IGC e CPC vêm crescendo na UFC de forma contínua, independentemente do grupo de cursos avaliado (ver gráfico ao lado). Para o pró-reitor de Graduação, Cláudio de Albuquerque Marques, isso mostra que os avanços são consistentes. “A UFC está cada vez mais próxima de alcançar uma nota 5 no IGC, uma vez que a diferença foi de apenas 0,056 ponto”, destacou.

A UFC registrou IGC contínuo de 3,8893. Para transformar variáveis contínuas em faixas, o INEP utiliza uma metodologia de cálculo em que resultados acima de 3,9450 são convertidos em nota 5.

Em relação ao CPC, os cursos de graduação são divididos em três ciclos avaliativos, que são acompanhados trienalmente. Em 2017, foi avaliado o chamado grupo azul, que inclui engenharias, licenciaturas e tecnólogos em 34 áreas.

Leia mais no portal da UFC.

Fontes: Coordenadoria de Planejamento e Avaliação de Programas e Ações Acadêmicas – fone: 85 3366 9020 / Divisão de Indicadores de Graduação e Registros Estatísticos ‒ fone: 85 3366 9496

Termos: